Maria Eduarda Dias Neves

Fotografia e Arte Contemporânea

Maria Eduarda Dias Neves

Licenciada em Filosofia, Doutorada em Filosofia|Estética com a tese Sobre o Auto-Retrato. Fotografia e Modos de Subjectivação, in print 2016. É investigadora responsável do grupo de investigação Arte e Estudos Críticos do CEAA, desde 2013. Directora Académica da ESAP, Professora auxiliar nas áreas da Estética, Artes Visuais e Artes Performativas.

Em 2014 concebeu e programou o projecto expositivo Algumas razões para uma arte não demissionária, apoiado pela DGARTES. Concebeu e programou o projecto expositivo Correspondências, a partir do texto de Jacques Derrida La carte postale, realizado entre 2015 e 2016 em diversas instituições em Portugal e Espanha.

Tem organizados diversos encontros, debates, ciclos de conferências, colóquios internacionais e seminários entre os quais se destaca, Práticas da Arte e da Crítica (2014) e Arte e Política (2011), Dispositivos na Prática Artística Contemporânea (2013-2016), Algumas razões para uma arte não demissionária (Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, 2014) e Destinatário Desconhecido (Casa das Artes, Porto, 2016), O Futuro do Futuro, integrado na Linha de Estética da Porto Capital Europeia da Cultura - 2001. Participaram Harold Bloom, Suzi Gablik, François Laruelle, Harald Szeeman, François Matarasso e José Saramago.

Concebeu e apresentou, a convite da Fundação de Serralves, entre outras instituições, alguns seminários como, Arte contemporânea: abordagens e perspectivas; entre outros.